sábado, 15 de abril de 2017

Power Couple Brasil 2: Conheça Ana Paula de Lima Pereira, esposa de Sylvinho Blau Blau


Ana Paula de Lima Pereira, (Rio de Janeiro, 23 de outubro de 1971), conhecida como Ana Paula Pereira, é uma ex-jornalista, personalidade do carnaval e estilista de acessórios. Ana Paula nasceu no subúrbio do Rio de Janeiro, no universo artístico. Debuta para o carnaval com apenas 8 anos, tornando-se a mais nova Rainha do Bloco Carnavalesco Dragão de Camara, bairro onde Ana Paula nasceu e passou grande parte de sua infância. Desfila pela sua escola de coração, Mocidade Independente de Padre Miguel. Participou de vários concursos sempre ligados ao carnaval, entre eles: Rainha do Carnaval do Bangú Atletico Clube (1990), Rainha do Carnaval do Cassino Bangu (1991), Rainha do Carnaval do América Futebol Clube (1992), Musa do Baile do Vermelho e Preto (1996,1997 e 1998), Rainha do Carnaval do Cordão da Bola Preta (1992).

Em 1993, convidada pelo então Carnavalesco Miguel Falabella e pela diretoria da escola de samba Império da Tijuca, faz o seu debuto como componente da Comissão de frente da escola. No ano seguinte, 1994, fica fora do desfile da Império da Tijuca, por ter sido eleita no Parque Garota de Ipanema, no Arpoador a Rainha do Carnaval do Rio de Janeiro, nos jornais matérias diziam que Ana Paula era “Muito Rainha”, a Rainha mais elegante desde a criação do concurso, uma Rainha com grande preocupação social, uma Rainha que falava três idiomas, fluente em Inglês, Francês e Italiano. Nessa época, Ana Paula era noiva do restaurante Italiano, Luciano Pollarini dono tradicional restaurante Arlecchino em Ipanema.

Em 1995, volta a escola do Morro da Formiga, dessa vez, desfila no carro abre alas, ao lado de Viviane Araújo, com grande repercussão nos jornais, pela pouca fantasia que apresentava, seios nus. A escola sobe para o Grupo Especial, e o convite vem automaticamente da Diretoria, ela é convidada para ser Rainha de Bateria da verde e branco em 1996. E Foi nesse ano que debutou à frente da Bateria de uma escola do Grupo Especial. Ainda no ano de 1995, foi Rainha da tradicional Banda do Recreio. Completa seu ciclo no carnaval em 1997, quando é convidada pelo amigo Ivo Meirelles, a participar do concurso para Rainha da Bateria da Estação Primeira de Mangueira. Apesar de ser personagem notório no carnaval, ela decide aceitar o convite e vence o concurso, tornando-se Rainha da Bateria no ano de 1997.

Torna-se a primeira Rainha de Bateria da Estação Primeira de Mangueira de fora da comunidade. O que gerou muitos protestos inclusive tomando proporções jornalísticas. A frente da Bateria da Mangueira, vence o Estandarte de Ouro de Melhor Passista Feminina. Assim, entra para a história do Carnaval Carioca como a Primeira Rainha de Bateria a vencer um Estandarte de Ouro desfilando como Rainha, premio antes concedidos apenas as passistas das escolas. Recebe também o Troféu Babadinho e é eleita pelo público a Musa do Carnaval do ano de 1997 (fonte: Jornal O Povo). Estuda na escola de atores O Tablado, participa de uma montagem do projeto “Novo Olhar” com a direção de João Brandão, apresentado no teatro da PUC no Rio apenas para os Diretores das emissoras de TV, teatro e cinema.

Entre idas e vindas a Italia, conhece o cantor Sylvinho Blau-Blau, começam a namorar em 1995 e no ano seguinte foram morar juntos, oficializando a união. O casal tem dois filhos, Maria Luiza nascida em 23 de março de 1997 e Antonio Luiz em 11 de julho de 1999. Se afasta da folia. Formada em Comunicação Social pela FACHA, nunca exerceu a profissão, mas devido sua forte ligação com a cultura Italiana, recebe convite para trabalhar na televisão da Itália. Na Rai International, faz documentário sobre o carnaval carioca. Apresenta o programa Miss Itália nel Mondo. Abandona definitivamente a televisão. Passa a trabalhar na moda como designer de acessórios.

Em setembro de 2009 vence a competição Yang Bravado na Itália, organizado pela ANCI, Associazione Nazionale dei Calzaturieri di Milano, recebendo o prêmio de melhor estilista revelação de 2009. No mesmo ano, vence o primeiro lugar no concurso de sapato feminino social organizado pela Francal no Brasil, o Top de Estilismo. Em julho de 2011, Ana Paula foi convidada para fazer parte da galeria Web http://www.virtualshoemuseum.com/, um museu virtual dedicado às criações de sapatos, que reúne obras de designers do mundo todo. Atualmente, tem um empresa de criação de acessórios femininos, onde presta consultoria para empresas no Brasil e no exterior.

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário